sábado, 15 de junho de 2019

Homenagem: Palco Serguei



O cantor Serguei será homenageado durante um evento com exposição de motos e shows gratuitos de rock que será realizado na tradicional Praça do Coração, no Centro de Saquarema, na Região dos Lagos do Rio. A 18ª edição do Saquá Moto Rock irá começar nesta sexta-feira (14/06/19) e vai até o domingo (16/06/19).

O roqueiro faleceu aos 85 anos na última sexta-feira (07/06/19) por problemas cardíacos, ocasionados por pneumonia, desidratação e complicações senis, segundo informou a Secretaria de Estado de Saúde.

De acordo com a organização do evento, o palco do Saquá Moto Rock será batizado com o nome "Palco Serguei" em homenagem a lenda do rock. "Essa homenagem havia sido pensada anteriormente. A intenção era fazer isso com vida, mas infelizmente não deu tempo. Todo o ano, nós iremos homenagear o Serguei com o palco para que ele possa ser sempre lembrado", diz Popeye, diretor social do motoclube Pecadores MC de Saquarema.

Ainda de acordo com os organizadores, o evento reunirá motoclubes de vários estados do Brasil e alguns estrangeiros, como Argentina e Uruguai. A programação também contará com shows de bandas, camping e praça de alimentação. Uma ação social também será realizada durante os dias do evento para arrecadar roupas cobertores e alimentos, que serão distribuídos para instituições da região.



FONTE: G1

terça-feira, 11 de junho de 2019

Templo do Rock torna-se Patrimônio Cultural

O "Templo do Rock", casa onde Serguei viveu, será mantido como Patrimônio Cultural de Saquarema, no Rio de Janeiro. O espaço que foi inaugurado em julho de 2006, será administrado pela prefeitura com o objetivo de preservar a memória e levar a história do rock e do cantor para as futuras gerações. O último presente de Serguei para todos os seus fãs, admiradores e amigos. #SergueiEterno











sexta-feira, 7 de junho de 2019

Nota de Falecimento



Hoje sento na frente do computador para escrever uma postagem sobre o Serguei, como faço a quase 10 anos. Dessa vez, infelizmente, não é falando sobre sua discografia, seus shows, suas irreverências, suas fotos e vídeos. Descobri o Serguei em 2007, assistindo a MTV. Nessa época, como sempre fui grande fã do Hard Rock e dos anos '80, vi a figura do Serguei, artista do anos '60 e Brasileiro. Pensei comigo, valorizam tanto os de fora e olha que ser extraordinário temos no Brasil. Busquei conhecer sua história, sua carreira e além das polêmicas, principalmente, foquei em sua música. Uma obra extraordinária. Que me convenceu do início ao fim, passeou por todas as vertentes e sempre foi acima de tudo, o mais autêntico de todos. Sempre ele mesmo, independente de julgamentos. Uma pessoa do bem, muito trabalhador, que sempre fez bem ao próximo e aos animais. Em 2014, finalmente, através dos amigos e dos músicos da banda Pandemonium, pudi conhecer o Serguei pessoalmente em Curitiba, quando ele veio para uma campanha publicitária. Foi uma festa sem fim, nos demos super bem, nos abraçamos, fizemos fotos, autógrafos no meu livro, CD's e cantamos. Daqui, ele partiu com uma grande amizade. Dois anos depois, em 2016, foi a minha vez. Pela primeira vez embarquei em um avião e fui para o Rio de Janeiro. De lá, fui para a região dos lagos, conhecer o paraíso Saquarema, cidade tão amada e divulgada por ele. Nesse ano, fiz duas viagens para lá e pudi ficar aproximadamente uma semana em cada uma das vezes, no Templo do Rock, casa do Serguei, junto com ele. Lá fortalecemos a nossa amizade numa proporção que eu jamais imaginaria. Afinal, eu era apenas um fã, tendo o privilégio de ter um contato mais íntimo com o seu maior ídolo. Nos tornamos grandes amigos e daí em diante, trocávamos telefonemas quase que semanalmente, para sabermos como cada um estava. Me ligava para saber de mim, dos meus pais, da minha banda. Tinha grande interesse e carinho por nós. E não foi diferente, ele se tornou parte de mim, parte de minha família e em novembro de 2018, quando completou seus 85 anos, tive o privilégio com a banda Rockaville de realizar o sonho de ser o seu músico de apoio e ser a sua banda em uma grande festa de aniversário que organizamos para ele aqui em Curitiba. Nada acontece por acaso, as minhas idas e as vindas dele. Tudo foi na sua hora para que pudéssemos compartilhar e realizar momentos marcantes em nossas vidas e na de todos que presenciaram e prestigiaram a luz desse ser humano. Estou sem chão nesse momento mas me senti na obrigação de disponibilizar uma carta aberta sobre a triste notícia de seu falecimento no dia de hoje. 07 de junho de 2019, partiu o meu maior ídolo na música, deixando grandes ensinamentos e apenas lembranças boas de quem teve a oportunidade de conviver com ele. Te amo Serguei. Eu prometo, que assim como você, eu nunca vou desistir da música e do rock n' roll. Enquanto eu tiver forças, assim como você, vou estar subindo em um palco e cantando as minhas e as SUAS canções. Manterei sua memória viva sempre que estiver ao meu alcance e jamais vou esquecer a felicidade que você me proporcionou e a felicidade que pudi lhe proporcionar no seu último aniversário. Um experiência incrível, inesperada e que tomou proporções que nem nós imaginávamos. Por fim, meu eterno MUITO OBRIGADO por você ter existido e o seu legado jamais será esquecido. Seja bem recebido pelos seus pais aí no céu e pelos seus animaizinhos que tanto amou. Cedo ou tarde, a gente se encontra.

(Eduardo M. L.)

domingo, 19 de maio de 2019

Detalhes sobre o internamento.

Aos 85 anos, o roqueiro apresentou um quadro de pneumonia, infecção urinária e desidratação e está na unidade semi-intensiva do Hospital Municipal Nossa Senhora de Nazareth. Sobre o estado de saúde, Rodrigo Lima (médico que cuida do artista há quatro anos) disse que Serguei está se recuperando bem, segue lúcido, respira sem aparelhos, tem recebido visita de amigos e reconhece todos, mas ainda está passando por exames e deverá continuar internado. Segundo Maria Aparecida Cabral, do Retiro dos Artistas, alguns amigos do Serguei entraram em contato com a instituição dizendo que são contra a ida dele para o local. De acordo com a administradora do espaço, eles acham que o artista escolheu Saquarema/RJ para viver e que o município deve contribuir para que ele possa continuar na cidade. E esta é a opinião da funcionária pública, Malu Carvalho, que afirmou que o músico é tão popular no município que é amigo de todos. Quando ele estava legal levou o nome do município para diversos programas de TV em todo o Brasil. Aqui foi a cidade que ele escolheu para viver e acredito que a Prefeitura tenha condição de ajudá-lo, pagando alguém para cuidar dele em casa. Aqui os amigos vão visitá-lo, e, lá no Retiro dos Artistas, ele vai acabar ficando isolado. O G1, amigos e fãs do Serguei aguardam resposta da Prefeitura de Saquarema para saber se é viável a ajuda sugerida pelos moradores da cidade e se o município já sabe quais medidas serão tomadas depois que o artista receber alta do hospital.



Fonte: G1

quinta-feira, 22 de novembro de 2018

Serguei é ovacionado em Curitiba/PR

O show em comemoração aos 85 anos do Serguei em Curitiba foi um tremendo sucesso. O roqueiro foi ovacionado por onde passou e teve um fim de semana bastante agitado na capital paranaense.



A apresentação iniciou-se com a banda curitibana Rockaville. Um repertório carregado de músicas autorais e grandes clássicos do rock n' roll. Os ânimos durante a noite, estavam nas alturas. Tínhamos no Dom Capone centenas de pessoas aguardando para ver o Serguei contagiar a todos com sua energia e seu alto astral.



E não podia ter sido diferente. Durante a calorosa apresentação da banda Rockaville, foi anunciado: "Chegou a hora. Chegou a hora!!!". O cantor Serguei aguardava atrás do palco. Tão ansioso quanto os músicos, tão ansioso quanto o público e tão ansioso quanto toda a produção e pessoas envolvidas na organização da grande festa que estava sendo realizada. O público que veio de diversas regiões do sul para prestigiar esse momento estava ali. Receberam com muito fervor e muito carinho, a maior lenda e o rocker mais sexy do Brasil no palco do Dom Capone.



Os gritos frenéticos soaram sem parar: "Serguei, Serguei, Serguei!". O próprio Serguei afirmou não saber que causava tanto impacto quanto causou no fim de semana em que celebrou seus 85 anos em Curitiba/PR. Ficou encantado e muito grato pela recepção maravilhosa do público e pela atenção que lhe foi dada durante toda sua estadia.



O show foi incrível. Após a fervorosa introdução do Serguei ao palco, a banda executou sua versão da canção "Sweet Home Chicago" de Robert Johnson, seguida de "Born To Be Wild" do Steppenwolf. Serguei entrou no palco cheio de energia e dentro de suas restrições, teve uma performance impecável. Um verdadeiro showman. Cantou uma versão a capela da música "Dazed and Confused" do Led Zeppelin e em seguida a casa veio a baixo com "a festa muito doida" durante a performance da canção de sua autoria, "Rolava Bethânia". Serguei foi até as pessoas na platéia diversas vezes durante a apresentação. Sempre muito intenso e esbanjando jovialidade. Uma aula de rock. Foi executada também, a canção "Tô na Lona" de Serguei e em seguida foi levado um bolo ao palco. O público parabenizou o Serguei intensa e calorosamente. O cantor emocionado com a grande festa que foi organizada para recebe-lo agradeceu muito e fez questão de lembrar que: "Devemos ter muito cuidado com nossa juventude, porque os jovens são o futuro do Brasil". O roqueiro foi muito aplaudido e o público clamava por Serguei incansavelmente. Foi assim durante toda sua permanência no palco. Por fim, a banda Rockaville deu início a música favorita do Serguei. Soavam os primeiros acordes de "Satisfaction", sempre um dos pontos altos das apresentações do Serguei. O público cantou junto do começo ao fim e o roqueiro pôde transmitir e sentir a boa energia que circulava naquele ambiente durante todo o período em que se fez presente. Como todo bom show, teve bis! Foi executada ainda, a canção "Hells Angels" em homenagem ao grupo de motoqueiros de que Serguei é cantor oficial. Em tom de despedida, Serguei e o público cantaram a capela a música "Love Of My Life" do Queen.



Foi um evento muito emocionante. A produção, organização, recepção, imprensa, banda e público tiveram um papel essencial e excepcional. A sensação foi de dever cumprido. Tudo impecável e acima de toda e qualquer expectativa. Serguei deixou o palco e nos bastidores havia um cenário montado aguardando o roqueiro e seus fans. Foi realizada uma sessão de fotos com dezenas de pessoas. Créditos ao fotógrafo: Wagner Roger.



BASTIDORES:


Sexta-feira - 16/nov/2018:

A vinda do Serguei de Saquarema, no Rio de Janeiro para Curitiba/PR já foi em clima de festa. Sempre muito assediado nos aeroportos, o cantor atendeu diversos fãs e amigos. Chegando na capital paranaense, Serguei foi recebido com um bolo e muita festa na casa de seus amigos e familiares íntimos da banda Rockaville.







Mais tarde, fizeram questão de passar no Casa Monstro Studios para um ensaio e definição de repertório. Como sempre, muito bem recepcionados. Agradecimentos: Will e Diego.







Após o ensaio, Serguei foi levado para conhecer alguns bares rock n' roll na cidade. Além do Dom Capone Pizza Rock, que é hoje uma das casas mais importantes do cenário em Curitiba, o roqueiro deu uma canja no Jokers durante a apresentação da banda Carne de Onça e mais tarde foi conhecer o motoclube Claymore Highway Bar. Lá chegando, Serguei foi ovacionado pelo público que assistia ao show do Dave Evans (ex-vocalista do AC/DC) e ficou deslumbrado com a cena rock n' roll no sul.









Sábado - 17/nov/2018:

O grande dia! Foi realizado um ensaio fotográfico e muita concentração para o show.





















Domingo- 18/nov/2018:

O êxtase pós show ainda levou alguns dias para diminuir. Serguei retornou ao Rio no domingo muito agradecido e muito realizado. Para visualizar todas as fotos do Serguei com os fãs em Curitiba, basta clicar aqui e acessar o álbum de fotos via Facebook.



AGRADECIMENTOS:


Agradecimentos mais do que especiais ao grande Vagner Capone (Javali Banguela) que é dono/responsável do Dom Capone e fez com que tudo isso fosse possível ao lado do Eduardo Mattos Laurindo (Rockaville). A todos que fizeram parte da recepção e dos cuidados profissionais/pessoais do Serguei: Lice, Gerson, Beatriz, Marco, Ellay, Juliano, Christiano, Dita, Fabio, Guaita e Jefferson. Agradecimento também ao Felipe Johnny que deu todo o auxílio lá de Saquarema e do Rio. A rádio Mundo Livre FM e o jornal Gazeta do Povo. O sucesso que tivemos na celebração dos 85 anos do Serguei, só foi um sucesso por conta de todas essas pessoas. Long Live Rock n' Roll.

Serguei agradece e o ROCK agradece!

VÍDEOS:












domingo, 4 de novembro de 2018

Serguei: comemorando seus 85 anos em Curitiba.

Aos 85 anos Serguei faz show em Curitiba e diz que nunca usou drogas.

Cantor lendário do rock nacional se apresenta no Dom Capone no dia 17 de novembro.



"Eu sou eu. Sempre fui uma pessoa extremamente feliz. Não tenho do que reclamar da vida. Sempre vivi fazendo as coisas que eu queria fazer", disse o cantor Serguei. Um dos maiores ícones do rock e da contracultura brasileira, Serguei desembarca em Curitiba para comemorar seu aniversário de 85 anos com um show no Dom Capone Pizza Rock.

O decano do rock brasileiro estará acompanhado pela banda curitibana Rockaville. O show é iniciativa da banda e da casa mais importante do rock na Cidade Industrial de Curitiba, misto de pizzaria e casa de shows.

Nascido em 1933, Serguei é sinônimo de transgressão. Com sua personalidade extravagante é uma espécie de materialização do espírito do rock n' roll. Sua folha corrida no rock é extensa.

Ex-comissário de bordo, Serguei lançou 10 álbuns, esteve no festival de Woodstock, conheceu Jim Morrison e Jimi Hendrix quando morou nos Estados Unidos e teve um romance com a cantora Janis Joplin quando esta veio passar um tempo no Rio de Janeiro. Serguei, porém, afirma que só usa duas pernas do tripé que serviu de lema para sua geração: sexo, drogas e rock n' roll.

Ele diz que ainda faz sexo e vive para o rock, mas nunca usou drogas. "Usar drogas é a coisa mais brutal e mais burra que alguém pode fazer. É o cumulo da estupidez humana. Nunca. Jamais. Adoro a vida", enfatiza.

O cantor mora há anos em uma casa museu chamada Templo do Rock, espécie de santuário hippie na praia de Saquarema, no Rio de Janeiro. Serguei já foi tema de dois documentários, Serguei, o Último Psicodélico, de Ching Lee e Zahy Tata Pur'gte, e O Anjo Maldito do Rock Brasileiro, de Marcio Baraldi.



FONTE: Gazeta do Povo, Mundo Livre FM, Rockaville e Dom Capone.

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Lojinha do Serguei

Agora você pode adquirir materiais inéditos, raros e de quebra ajudar o Serguei a manter o Templo do Rock em Saquarema/RJ. A Lojinha do Serguei possui os seguintes itens para venda:



R$30,00

"Anjo Maldito do Rock Brasileiro"

DVD Duplo Oficial com o primeiro documentário sobre o Serguei

-Depoimentos de músicos dos Paralmas do Sucesso, Kid Abelha, Herva Doce, Made in Brazil, Barão Vermelho, etc.

-Biografia e Discografia completas

-Galeria de fotos

O segundo DVD traz shows raros de 1982 até 2011

Participações em programas de TV

MATERIAL RARO

Acompanha pôster na caixinha.

IMPERDÍVEL!!

***Pedidos + cáculo de frete no e-mail lojinhadoserguei@yahoo.com.br ***





R$10,00

Revista-Pôster do Serguei

Toda em papel couchê colorido

08 páginas mais pôster de 55x82cm

Biografia e discografia completas

Fotos Raras

Curiosidades

***Pedidos + cáculo de frete no e-mail lojinhadoserguei@yahoo.com.br ***





R$20,00

DVD Oficial "Na cama com Serguei" (2018)

Entrevista exclusiva com Serguei falando sobre diversos assuntos.

Conheça Serguei na intimidade de seu lar, o Templo do Rock.

Inclui o mini-documentário "Serguei íntimo" e o histórico show no Rock in Rio, de 1991, completo.

Biografia e discografias completas. E galeria de fotos.

***Pedidos + cáculo de frete no e-mail lojinhadoserguei@yahoo.com.br ***





R$30,00

Serguei Rock Show

DVD Duplo com série completa

Tiragem Limitada

***Pedidos + cáculo de frete no e-mail lojinhadoserguei@yahoo.com.br ***



R$20,00

Bootleg: DVD - 100% SERGUEI

Coletânea de programas de TV com Serguei.

Material raro. Gravado de TV. Com menu.

PARA FÃS!

Tempo total: 84 minutos.

***Pedidos + cáculo de frete no e-mail lojinhadoserguei@yahoo.com.br ***





R$20,00

Virada Cultural - São Paulo/2015

Show completo com Edy Star

Bootleg com 3 câmeras mais extras

***Pedidos + cáculo de frete no e-mail lojinhadoserguei@yahoo.com.br ***



Todo o dinheiro das vendas é encaminhado diretamente ao Serguei.




Acesse a página www.lojinhadoserguei.com e adquirá já o seu!

SOBRE O SERGUEI

Desde os anos 60, Serguei vem divertindo sucessivas gerações com seu rock n’roll bem-humorado e seu jeito extravagante e ao mesmo tempo despojado de ser. Morou nos EUA, foi comissário de bordo, dançou com Gina Lolobrigida, namorou a Janis Joplin, bebeu com Jimi Hendrix e Jim Morrison, foi eleito trilha sonora oficial dos Hell's Angels do Brasil, tocou para 50 mil pessoas no Rock In Rio.

Com poucos discos gravados, mas muuuuitos shows na bagagem, Serguei sempre foi um artista de palco com interatividade total com a plateia. Teve o acompanhamento de excelentes músicos como Celso Blues Boy e banda, Trio Medusa, Boca Roxa Blues, Cerebelo. E, atualmente, a afiada banda Pandemonium.

Apesar de nunca ter sido um artista mainstream, Serguei construiu - sem jabá de gravadoras - uma das carreiras mais longevas da história do rock mundial: são inacreditáveis cinco décadas vivendo exclusivamente de rock n’roll! Amado por um público fiel, Serguei deixou grandes clássicos para o rock brasileiro como “Eu não volto mais”, “Hell´s Angels”, “Rock do Pai”, “Rolava Bethânia”, “Ouriço”, entre muitos outros.



AGRADECIMENTOS:

Serguei, Marcio Baraldi, Gisele Santos, André Johnny e Eduardo Mattos Laurindo.