sexta-feira, 5 de junho de 2020

1 ano sem Serguei: o que mudou?

1 ano sem Serguei. O nosso Anjo Maldito e pioneiro Divino do Rock.




Dia 7 de junho de 2020, fará um ano que o Serguei deixou este plano. Uma coisa é certa, após esse dia, o mundo tornou-se mais careta. Serguei sempre foi símbolo e representatividade do que é ser autêntico, livre e feliz. Sempre lutou por seus ideais e foi uma pessoa querida e amada por TODOS que o conheceram e tiveram a oportunidade de estar ao seu lado. Um ser do bem e de luz. Além de uma discografia maravilhosa, Serguei deixou histórias ilustres por todo o planeta, onde teve a oportunidade de viajar e se apresentar. É inegável que Serguei foi e é um dos maiores frontman da história da música e da arte no Brasil e no mundo. A história de Serguei, continua preservada no museu, denominado pelo próprio, como "Templo do Rock", que fica em Saquarema/RJ. Cidade em que viveu boa parte de sua vida e tornou hoje, o "Templo do Rock", um Patrimônio Cultural do município e do estado do Rio de Janeiro.



Serguei recebeu e continua recebendo o carinho e homenagens de seus amigos, conhecidos e fãs por todo o mundo. Deixou um legado maravilhoso onde pôde nos mostrar que podemos ser felizes apesar de tudo e todos os julgamentos da sociedade e conviver em harmonia com todas as nossas diferenças, sem julgamentos. O seu legado será mantido por toda eternidade enquanto houver Amor, Desbunde e Rock n' Roll. Serguei eternamente. Para sempre Serguei! #SergueiEterno #SergueiVive

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020

Obras no Templo do Rock

TÉCNICOS DO MUSEU DA IMAGEM E DO SOM VISITAM OBRAS DO TEMPLO DO ROCK



Representantes do Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro, entidade pertencente à Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, estiveram no Templo do Rock, casa onde o cantor Serguei viveu, em Saquarema, para tratar do projeto de reabertura do local. A ideia da Prefeitura de Saquarema, por meio da Subsecretaria Municipal de Cultura, é transformar a casa de Serguei em um importante equipamento cultural e turístico, com a preservação do grande acervo do cantor. O Templo do Rock está passando por reformas para ser reinaugurado em breve. As obras estão caminhando para a fase final. Todo o acervo do cantor está passando por curadoria para que possa ser exposto à população.

A história de Serguei será preservada para as próximas gerações como Patrimônio Histórico e Cultural de Saquarema/RJ em forma de agradecimento ao maior divulgador da cidade no Brasil e no mundo.

Serguei foi o primeiro artista psicodélico e também o roqueiro mais antigo do país. Conhecido por sua irreverência, autenticidade e alguns de seus affairs, como com a cantora Janis Joplin. Possui uma longa discografia e sucessos como "Rolava Bethânia", "Coleção de Vícios", "Ouriço", "Tô na Lona", "Hell's Angels", "Rock do Papai", "Burro Cor-de-Rosa" e "Alfa-Centauro", além do seu visual deslumbrante, presença no Festival Woodstock e pansexualidade assumida.

Serguei faleceu em junho de 2019, vítima do Alzheimer, aos 85 anos de idade. Viveu plenamente, próximo dos amigos(as) e feliz. Realizou ainda, após completar os seus 85 anos, um último show histórico na cidade de Curitiba/PR.

sexta-feira, 8 de novembro de 2019

86 anos de história

O maior frontman que o Brasil já teve, primeiro artista psicodélico e roqueiro mais antigo do país, completaria no dia 08/Nov/2019, 86 anos de idade. Serguei, nome artístico de Sérgio Augusto Bustamente, nos deixou em junho de 2019, aos 85 anos, em decorrência do alzheimer.



Serguei cumpriu sua promessa e subiu aos palcos, com toda sua excentricidade, até o fim da vida. Notável por sua simplicidade e autenticidade, não existe uma pessoa se quer, que tenha convivido ou assistido a uma apresentação de Serguei, e não tenha coisas positivas para dizer a seu respeito. Com toda a certeza, uma pessoa anos luz a frente de seu tempo.

Além de suas irreverências, bagunças e affairs. Serguei nos deixou uma discografia incrível que representa com muita intensidade a evolução histórica e cultural da música no país e no mundo. Passeando pela psicodelia, samba e o estilo que o consagrou e viu nascer, o Rock n' Roll.

Esse é o primeiro aniversário de Serguei, desde seu falecimento. Certamente, o paraíso hoje, é puro desbunde e rock n' roll. A história de Serguei, continua preservada no museu, denominado pelo próprio, como "Templo do Rock", que fica em Saquarema/RJ. Cidade em que viveu boa parte de sua vida e tornou hoje, o "Templo do Rock", um Patrimônio Cultural do município e do estado do Rio de Janeiro.

Serguei nasceu no dia 08/11/1933 e nos deixou em 07/06/2019. O seu último show, ocorreu em Curitiba/PR, no dia 17/Nov/2019. Data em que o músico comemorou o seu último aniversário e foi ovacionado pelo publico da capital paranaense.

Serguei Vive. Serguei Eterno! A maior lenda do rock brasileiro. Agradecemos sua jornada!

sábado, 15 de junho de 2019

Homenagem: Palco Serguei



O cantor Serguei será homenageado durante um evento com exposição de motos e shows gratuitos de rock que será realizado na tradicional Praça do Coração, no Centro de Saquarema, na Região dos Lagos do Rio. A 18ª edição do Saquá Moto Rock irá começar nesta sexta-feira (14/06/19) e vai até o domingo (16/06/19).

O roqueiro faleceu aos 85 anos na última sexta-feira (07/06/19) por problemas cardíacos, ocasionados por pneumonia, desidratação e complicações senis, segundo informou a Secretaria de Estado de Saúde.

De acordo com a organização do evento, o palco do Saquá Moto Rock será batizado com o nome "Palco Serguei" em homenagem a lenda do rock. "Essa homenagem havia sido pensada anteriormente. A intenção era fazer isso com vida, mas infelizmente não deu tempo. Todo o ano, nós iremos homenagear o Serguei com o palco para que ele possa ser sempre lembrado", diz Popeye, diretor social do motoclube Pecadores MC de Saquarema.

Ainda de acordo com os organizadores, o evento reunirá motoclubes de vários estados do Brasil e alguns estrangeiros, como Argentina e Uruguai. A programação também contará com shows de bandas, camping e praça de alimentação. Uma ação social também será realizada durante os dias do evento para arrecadar roupas cobertores e alimentos, que serão distribuídos para instituições da região.



FONTE: G1

terça-feira, 11 de junho de 2019

Templo do Rock torna-se Patrimônio Cultural

O "Templo do Rock", casa onde Serguei viveu, será mantido como Patrimônio Cultural de Saquarema, no Rio de Janeiro. O espaço que foi inaugurado em julho de 2006, será administrado pela prefeitura com o objetivo de preservar a memória e levar a história do rock e do cantor para as futuras gerações. O último presente de Serguei para todos os seus fãs, admiradores e amigos. #SergueiEterno











sexta-feira, 7 de junho de 2019

Nota de Falecimento



Hoje sento na frente do computador para escrever uma postagem sobre o Serguei, como faço a quase 10 anos. Dessa vez, infelizmente, não é falando sobre sua discografia, seus shows, suas irreverências, suas fotos e vídeos. Descobri o Serguei em 2007, assistindo a MTV. Nessa época, como sempre fui grande fã do Hard Rock e dos anos '80, vi a figura do Serguei, artista do anos '60 e Brasileiro. Pensei comigo, valorizam tanto os de fora e olha que ser extraordinário temos no Brasil. Busquei conhecer sua história, sua carreira e além das polêmicas, principalmente, foquei em sua música. Uma obra extraordinária. Que me convenceu do início ao fim, passeou por todas as vertentes e sempre foi acima de tudo, o mais autêntico de todos. Sempre ele mesmo, independente de julgamentos. Uma pessoa do bem, muito trabalhador, que sempre fez bem ao próximo e aos animais. Em 2014, finalmente, através dos amigos e dos músicos da banda Pandemonium, pudi conhecer o Serguei pessoalmente em Curitiba, quando ele veio para uma campanha publicitária. Foi uma festa sem fim, nos demos super bem, nos abraçamos, fizemos fotos, autógrafos no meu livro, CD's e cantamos. Daqui, ele partiu com uma grande amizade. Dois anos depois, em 2016, foi a minha vez. Pela primeira vez embarquei em um avião e fui para o Rio de Janeiro. De lá, fui para a região dos lagos, conhecer o paraíso Saquarema, cidade tão amada e divulgada por ele. Nesse ano, fiz duas viagens para lá e pudi ficar aproximadamente uma semana em cada uma das vezes, no Templo do Rock, casa do Serguei, junto com ele. Lá fortalecemos a nossa amizade numa proporção que eu jamais imaginaria. Afinal, eu era apenas um fã, tendo o privilégio de ter um contato mais íntimo com o seu maior ídolo. Nos tornamos grandes amigos e daí em diante, trocávamos telefonemas quase que semanalmente, para sabermos como cada um estava. Me ligava para saber de mim, dos meus pais, da minha banda. Tinha grande interesse e carinho por nós. E não foi diferente, ele se tornou parte de mim, parte de minha família e em novembro de 2018, quando completou seus 85 anos, tive o privilégio com a banda Rockaville de realizar o sonho de ser o seu músico de apoio e ser a sua banda em uma grande festa de aniversário que organizamos para ele aqui em Curitiba. Nada acontece por acaso, as minhas idas e as vindas dele. Tudo foi na sua hora para que pudéssemos compartilhar e realizar momentos marcantes em nossas vidas e na de todos que presenciaram e prestigiaram a luz desse ser humano. Estou sem chão nesse momento mas me senti na obrigação de disponibilizar uma carta aberta sobre a triste notícia de seu falecimento no dia de hoje. 07 de junho de 2019, partiu o meu maior ídolo na música, deixando grandes ensinamentos e apenas lembranças boas de quem teve a oportunidade de conviver com ele. Te amo Serguei. Eu prometo, que assim como você, eu nunca vou desistir da música e do rock n' roll. Enquanto eu tiver forças, assim como você, vou estar subindo em um palco e cantando as minhas e as SUAS canções. Manterei sua memória viva sempre que estiver ao meu alcance e jamais vou esquecer a felicidade que você me proporcionou e a felicidade que pudi lhe proporcionar no seu último aniversário. Um experiência incrível, inesperada e que tomou proporções que nem nós imaginávamos. Por fim, meu eterno MUITO OBRIGADO por você ter existido e o seu legado jamais será esquecido. Seja bem recebido pelos seus pais aí no céu e pelos seus animaizinhos que tanto amou. Cedo ou tarde, a gente se encontra.

(Eduardo M. L.)

domingo, 19 de maio de 2019

Detalhes sobre o internamento.

Aos 85 anos, o roqueiro apresentou um quadro de pneumonia, infecção urinária e desidratação e está na unidade semi-intensiva do Hospital Municipal Nossa Senhora de Nazareth. Sobre o estado de saúde, Rodrigo Lima (médico que cuida do artista há quatro anos) disse que Serguei está se recuperando bem, segue lúcido, respira sem aparelhos, tem recebido visita de amigos e reconhece todos, mas ainda está passando por exames e deverá continuar internado. Segundo Maria Aparecida Cabral, do Retiro dos Artistas, alguns amigos do Serguei entraram em contato com a instituição dizendo que são contra a ida dele para o local. De acordo com a administradora do espaço, eles acham que o artista escolheu Saquarema/RJ para viver e que o município deve contribuir para que ele possa continuar na cidade. E esta é a opinião da funcionária pública, Malu Carvalho, que afirmou que o músico é tão popular no município que é amigo de todos. Quando ele estava legal levou o nome do município para diversos programas de TV em todo o Brasil. Aqui foi a cidade que ele escolheu para viver e acredito que a Prefeitura tenha condição de ajudá-lo, pagando alguém para cuidar dele em casa. Aqui os amigos vão visitá-lo, e, lá no Retiro dos Artistas, ele vai acabar ficando isolado. O G1, amigos e fãs do Serguei aguardam resposta da Prefeitura de Saquarema para saber se é viável a ajuda sugerida pelos moradores da cidade e se o município já sabe quais medidas serão tomadas depois que o artista receber alta do hospital.



Fonte: G1